Implantes

Os implantes dentários podem substituir um, vários ou todos os dentes em falta

Implante unitário



Substituição de um dente individual.

Um dente anterior ou posterior em falta pode ser substituído por um dente artificial implanto suportado.

Dentaduras parciais removíveis ou pontes deixam de ser necessárias e os dentes adjacentes saudáveis são poupados
(ver ilustração no quadro superior)



Espaço intercalar



Mesmo faltando vários dentes seguidos, estes podem ser substituídos por coroas em cerâmica suportadas por implantes. Ou é colocado um implante com a respectiva coroa por cada dente em falta ou uma ponte suportada por menos implantes. Com o reduzido número de implantes, a solução pode ficar mais económica

SITUAÇÃO DO EXTREMO LIVRE



Na situação do extremo livre faltam vários dentes posteriores (molares) no extremo da arcada dentária. Numa situação destas os implantes oferecem uma alternativa às próteses amovíveis parciais. Nas raizes artificiais pode ser fixada uma ponte fixa sem o incómodo de uma prótese amovível. O número dos implantes necessários depende do tamanho do espaço, da carga exercida e das particularidades anatómicas individuais.

MAXILARES DESDENTADOS



Em casos de maxilares totalmente desdentados os implantes podem servir de pilares para próteses amovíveis ou fixas. Uma reabilitação com prótese fixa sobre implantes requer tecido ósseo adequado e uma crista alveolar intacta. O dentista coloca neste caso vários implantes sobre nos quais mais tarde são colocadas as coroas ou pontes. A cobertura do céu da boca e das papilas gustativas é evitada e mantida a sensação natural do paladar e das temperaturas.

Devido à reduzida resistência óssea devem ser colocados mais implantes no maxilar superior do que na mandibula para substituir um número igual de dentes em falta.

PRÓTESES AMOVÍVEIS

Uma solução amovível tem vantagens quando o osso alveolar sofreu uma redução significativa equando as medidas cirurgicas para a sua reconstrução não são desejadas ou possíveis.

Uma prótese amovível suportada por implantes no maxilar superior não necessita de uma cobertura do palato.

Comparado com a prótese fixa, a prótese amovível suportada por implantes é a solução mais económica e ao mesmo tempo muito mais resistente que uma prótese amovível convencional.

Com um nímero de implantes adequado pode atingir-se a estabilidade semelhante à de uma prótese fixa. As próteses estão lligados aos implantes através de barras ou attachments para permitir a sua remoção pelo paciente para a higiene diária (veja ilustração abaixo )

Em casos devidamente adequados os implantes podem ser carregados imediatamente após a sua colocação.

ImagePara pacientes com um ou os dois maxilares completamente desdentados existem duas soluções:

- Uma prótese amovível suportada por implantes
- Uma prótese aparafusada sobre implantes (pode ser removída apenas pelo dentista)

Image

A vantagem das duas soluções em comparação  com a solução clássica da prótese suportada pela gengiva é  evidente:

Os implantes garantem uma imobilização incomparável, por outro lado úlceras, muitas vezes causadas por próteses mal adaptadas e sem suporte, são evitadas. O palato fica livre de material artificial e o paciente pode voltar a saborear e a mastigar sem preocupações

Quantos implantes são necessários para a fixação de uma prótese?
Normalmente são colocados 4 implantes no maxilar desdentado.  Dois implantes permitem uma estabilização de uma prótese total gengivo-suportada, mas para realizar uma prótese amovível totalmente suportada por implantes recomenda-se a colocação de 4-6 implantes.

Se o planeamento prevê a colocação de prótese fixa sobre implantes, recomenda-se um mínimo de 6 implantes no maxilar inferior e 8 implantes no maxilar superior. O número de implantes indicado só pode ser determinado após um meticuloso diagnóstico radiográfico e clínico.

Marque uma consulta de avaliação

Se quiser saber mais sobre algum dos nossos tratamentos dentários contacte-nos através deste formulário